Sinto que não me conheces mais. Sinto que me tocar agora tanto faz para você. Você me quer, mas eu te amo; e essa é a verdade. Sua presença aqui está me matando de te sentir pela metade. Me cansei de tentar e não conseguir te fazer novamente se apaixonar. Eu sei que você não quer me machucar, mas eu tenho que te soltar. Hoje te deixo em liberdade. Não te odeio e não há rancor. Simplesmente seu coração já não está. Se perderam as cores, suas mãos não me procuram mais. E me machuca ver que você tenta resgatar o que um dia na alma nos unia. Mas já não está, mesmo que você esteja. É momento de enfrentar a realidade.

Sinto que não me conheces mais. Sinto que me tocar agora tanto faz para você. Você me quer, mas eu te amo; e essa é a verdade. Sua presença aqui está me matando de te sentir pela metade. Me cansei de tentar e não conseguir te fazer novamente se apaixonar. Eu sei que você não quer me machucar, mas eu tenho que te soltar. Hoje te deixo em liberdade. Não te odeio e não há rancor. Simplesmente seu coração já não está. Se perderam as cores, suas mãos não me procuram mais. E me machuca ver que você tenta resgatar o que um dia na alma nos unia. Mas já não está, mesmo que você esteja. É momento de enfrentar a realidade.

(Fonte: antonioreis)