Hoje eu vou escrever uma canção triste. Eu vou fazê-la muito longa para que todos possam ver que eu sou muito infeliz. Eu queria que não estivesse sempre errado. Eu queria que nem sempre fosse minha culpa. Eu imagino o que minha mãe e meu pai diriam se eu dissesse a eles que eu choro todos os dias. E é difícil o suficiente para mim viver tão longe. Eu queria que não fosse sempre tão frio. Eu queria que eu não estivesse sempre sozinho. Quando a festa acabar, como vou chegar em casa? Todas as regras são destinadas a quebrar, e você jurou que era meu amigo. Agora eu tenho que começar tudo de novo, porque ninguém vai tomar o seu lugar. E estou com medo de nunca salvarmos todas as peças de amor que fizemos.

Hoje eu vou escrever uma canção triste. Eu vou fazê-la muito longa para que todos possam ver que eu sou muito infeliz. Eu queria que não estivesse sempre errado. Eu queria que nem sempre fosse minha culpa. Eu imagino o que minha mãe e meu pai diriam se eu dissesse a eles que eu choro todos os dias. E é difícil o suficiente para mim viver tão longe. Eu queria que não fosse sempre tão frio. Eu queria que eu não estivesse sempre sozinho. Quando a festa acabar, como vou chegar em casa? Todas as regras são destinadas a quebrar, e você jurou que era meu amigo. Agora eu tenho que começar tudo de novo, porque ninguém vai tomar o seu lugar. E estou com medo de nunca salvarmos todas as peças de amor que fizemos.

(Fonte: antonioreis)